HENRIQUE CALISTO: UM TREINADOR DE FUTEBOL, PORTUGUÊS, NA TAILÂNDIA,SOMA VITÓRIAS

 

 
Calisto continua a somar vitórias para o seu novo clube de Banguecoque, Muang Thong United, ontem (12.04.11) venceu o Vitória Sport Clube das ilha Maldivas por 1-0, para a taça AFC CUP 2011( Associação da Confederação dos Clubes da Ásia) que teve lugar no Estádio de Yamaha na capital tailandesa.
 
.
Depois de partida renhida onde durante os 90 minutos os 11 jogadores treinados por Henrique Calisto, dominaram os dois campos e colocando seu adversário completamente fora de controlo na posse da bola que desesperadamente tentavam travar os atletas do Muang Thong.
.
Devido ao entusiasmo incontrolado dos jogadores de Calisto, falhando várias remates à baliza (onde se incluiu o falhanço de uma grande penalidade) de tentativas de golos que bem poderia o seu adversário ter saído da Tailândia com uma derrota, humilhante, de mais de 6 golos.
.
O estádio e devido ao início do Ano Novo Budista, com início hoje (prolonga-se por 5 dias) com vários milhões de tailandeses deslocados de Banguecoque, para as províncias o festejar com suas famílias, estaria com a lotação (25.000 lugares) com um terço.
 
.
No entanto a claque do Muang Thong continua fiel à sua presença e como anteriormente animando e incitando os seus atletas em campo.
.
Na conferência de imprensa no final do jogo, Henrique Calisto disse ao jornalistas: “ Hoje não foi um problema físico dos meus jogadores, perdemos muitas oportunidades de marcar golos. Por vezes acontece mesmo que eles joguem bem, podem não pontuar. Mas hoje os meus atletas jogaram muito bem.
.
No próximo dia 20 nós vamos enfrentar o Vitória, nas Maldivas e no seu campo vamos enfrentar problemas, pois eles pretendem ganhar e para que isso aconteça terão que atacar mais e defender menos a sua baliza.
.
O treinador Suzain Ali, do Vitória Sport Club, pelo seu lado, informou a imprensa: “o resultado de hoje está muito distante do jogo das Maldivas que efectuou nós últimos 20 anos na Tailândia. 24 anos atrás, em 1987, perdemos o jogo disputado com clube Bangkok Bank por 7-0.
.
Passados 24 anos eu esperei sempre que não perderiam com a semelhante e pesada derrota. Muang Thong fez uma grande partida, Em nossa casa vamos jogar de forma mais calorosamente e não como em Banguecoque para que possamos tirar vantagem disso.
.
No próximo jogo com o Muang Thong iremos fazer melhor por que o clima nos favorece e com dois atacantes de volta à equipa poderemos fazer algo melhor. José Martins (com informações recolhidas de diversas fontes
.
As duas equipas, Muang Thong e o Vitória das Ilhas das Maldivas entram em campo, enquanto Henrique Calisto vai fazendo contas à estratégia a usar durante a disputa de 90 minutos.
 

Pois claríssimo a globalização também acontece nas bancadas de um campo de futebol. Não perguntamos às senhoras de onde vieram…mas depois aventei que seriam acompanhantes de adeptos ou directores do Vitória das Maldivas.
 
A senhora da imagem do lado esquerdo, não sei o nome dela, mas sei que acompanha o Muang Thong para todos os lados.Não resisto de primir o botão da minha Nikon F70. Lado direito: são isto os adeptos do Muang Thong
 
Imagem do lado esquerdo um adepto já pretende o tri-campeão da Liga para o Muang Thong. Aqui fica a recomendação para o “Mister Henrique Calisto”. Imagem do lado direito: “as minhas “despassaradas”. Chamo-as assim porque eu nasci numa data errada… São as raparigas hospedeiras do Muang Thong. São bonitas e como podem verificar apresentam-se bem! Não se entusiasmem por aí os pretendentes “tugas”… Pois podem e devem já ter já proprietário as belezas.
 
Ao fim do jogo e como habitualmente Henrique Calisto, ouve o hino da claque do Muang Thong. Mister Calisto foi presenteado com uma bomba de atirar jactos de água e assim brincar ao “Songkran”. Mister Calisto disparou jactos aos junto a ele… Mas quem vai à guerra também leva e evidentemente que foi atacado pelos seus adversários. Pouco treinado nestas guerras de água, acabou por entregar a sua arma, saiu do local, perdeu a guerra mas ganho outra a de não ficar encharcado.
.
Acostumada conferência de imprensa e a sempre legião de jornalistas, fotógrafos e operadores de câmara,
 
Fora do campo brinca-se ao jogo da água. Levei com alguns barrufos e “cavei” em direcção ao carro para regressar a casa. A rapariga do lago esquerdo e as três do lado direito olham para cima…das bancadas estão vários canhões, nas mãos do inimigo, a lançar “baldadas” de água e em superior vantagem às guerrilheiras em para retorquir ao ataque.
Há expressões que não resisto a registá-las… São sorrisos tailandeses.
 
Henrique Calisto, depois do jogo, tem extra trabalho o de atender os adeptos do Muang Thong para o autógrafo ou a fotografia, de posteridade, para os tailandeses colocarem, lá em casa em local vísivel…
 
 
 
 
 
 
 

Saturday, 9 April 2011

HENRIQUE CALISTO – UM TREINADOR DE FUTEBOL,PORTUGUÊS, NA TAILÂNDIA

 O clube de Henrique Calisto, o Muang Thong United, somou mais uma vitória, forade casa, ao enfrentar o Marinha Real Tailandesa que venceu por 3-0.
 
.
Calisto, a treinar o Muang Thong United, há pouco mais de um mês, onde viria a encontrar deficiências na coordenação dos atletas em campo, tem vindo a sua equipa a progredir jogo após jogo e tudo indica que o bi-campeão, por dois anos consecutivos, da 1ª Liga de Futebol da Tailândia, irá alcançar o tri-campeão da temporada. 2010-2011. .
.
Henrique Calisto, devido ao excelente trabalho que produziu no Vietname, por vários anos, a treinar a selecção nacional de que viria a vencer o torneio ”Asean Football Federation AFF Cup 2008 Suzuki”, deu-lhe o mérito de granjear larga popularidade no Sudeste Asiático e a direcção do seu novo clube, Muang Thong optar, depois de vários percalços e pouco rendimento nos jogos disputados, por contratar, por dois anos, o treinador português.
.
O clube treinado por Henrique Calisto situa-se na classificação geral, da 1ª Liga Tailandesa, em 5ª lugar e apenas a três pontos de diferença do primeiro na tabela, o Burirama PEA
José Martins
 
 
 
 
 
Thursday, 7 April 2011

HENRIQUE CALISTO UM TREINADOR DE FUTEBOL LUSO NA TAILÂNDIA

 
 

Ontem quarta-feira, feriado nacional na Tailândia, a equipa de Henrique Calisto, Muang Thong United, de Banguecoque, realizou mais um encontro de futebol no seu campo, contra o TTM PHICHIT (Thailand Tobacco Monopolly Footbal Club), cujo o resultado, ao fim dos 90 minutos de jogo, foi a derrota de 3-0 do clube visitante. Jogo, absolutamente, disputado dentro de máxima correcção quer dos jogadores, em campo, como do público sentado nas bancadas. .
 
 
Henrique Calisto foi contratado pelo Muang Thong United há cerca de um mês e a escolha deve-se ao sucesso do treinador português no área do Sudeste Asiático e no Vietname.
.
Temos assistido aos jogos, desde que Henrique Calisto assentou arraiais em Banguecoque e jogo após jogo (mesmo do pouco que percebemos de jogos da bola), uma outra técnica e mais coordenação dos jogadores em campo. .
.
Ontem os 11 atletas de Calisto, no relvado, foram praticamente, senhores da bola durante todo o jogo não dando descanso aos atletas do clube visitante. Depois do Muang Thong United andar à deriva, com troca de treinadores, após dois anos, seguidos, ostentar o título de bicampeão da 1ª Liga de Futebol da Tailândia, o início da temporada 2010-2011 não viria resultar os êxitos anteriores e a desgostar a direcção do clube e convidar Henrique Calisto para arrumar, no lugar que lhe é devido, a equipa de jogadores.

.

 
O público, desde que Calisto assumiu a direcção do plantel do Muang Thong United, tem sido o melhor juiz para avaliar o trabalho do treinador português.Prova-o que ao fim de apenas um mês, depois de terminado os encontros, vê-se envolvido de adeptos a pedirem-lhe autógrafos, o que não aconteceu no primeiro jogo que realizou.
.
O jogo de ontem (6.04.11) foram notadas várias clareiras nas bancada e isto deve-se (mesmo feriado Nacional) ser dia de semana e muitos adeptos do Muang Thong e simpatizantes do futebol encontram-se em suas ocupações. Porém a claque do Muang Thong estev firme, na bancada que lhes é reservada, apoiar o seu clube. A vitória de 3 a teve todo o merecimento.

.

Venho a encontrar um concurso de danças, modernas e formas, estranhas, da juventude de trajar. O concurso tinha principado pela manhã e a umas boas horas antes de ali chegar. Mas deu para fazer uns “bonecos”, antes de o jogo começar.
.
O futebol, o desporto, há muito ignorado por mim, venho, agora, encontrar uma nova forma de passar melhor o tempo de “velho” reformado. Ontem, antes de 4 horas do início do encontro, estava junto ao estádio Yamaha, propriedade do clube de Calisto, de 25 mil lugares sentados, excelente estrutura metálica, apenas construído há 4 anos e, de momento, a fazer outros acabamentos onde se incluem um enorme complexo, coberto, para a prática de outras competições desportivas. No Muang Thong United (segundo informações) não há crise económica. A publicidade é a sua maior fonte de receita.
Quatro pares de pernas de bailarinas no palco, cujo a finalidade seria fazer publicidade a novos modelos de motoretas da marca Yamaha. Sem saber quantos milhões destas e de outras marcas japonesas (fabricam-se no país) que rolam na Tailândia, penso que numa população de 70 milhões haverá (sem me enganar) uns ou mais de 10 milhões.
O mundo da juventude, transforma-se com o andar do tempo. A da Tailândia, não foge à regra… Mas não pense, quem não conhece, que trajes bizarros, caminham no quotidiano, pelas ruas de Banguecoque. Chamam a estas exibições, mesmo a juventde “show off”, que por norma as vestem de quando há festivais de música ou outros eventos de gente nova. A juventude tailandesa teve sempre certa apetência para copiar o Japão, quer na forma de vestir, como nos desenhos animados, telenovelas, filmes e a escolham de seus ídolos da canção.

.

Elas as raparigas, bem “jeitozinhas” e tornadas de corpo, dançam rebolam-se no palco enquanto ó juri as aprecia para lhes conferir o prémio.
A imagem da esquerda uma mulher vende corações que durante a noite piscam luzes. Lado direito duas jovens trajadas, bizarramente. Mas, muito se engana quem cuida… tenho dúvidas que a jovem do lado direito seja do sexo feminino. Tudo perfeito na jovem criatura, só que se mudam as feições corporais, artificalmente, mas a voz fica e por tal se advinha (mesmo sem levantar a saia) que Deus o colocou macho ao de cima da terra.

.

 

Bizarrias. As tatugens são desenhadas em cima da pele que depois se apagam antes de regressar a casa. Cabeleiras também as há a vender e assentam bem na cabeça de quem deseja mudar, provisóriamente, o estilo de seu penteado. O jovem e os estranhos óculos escuros.
Estes sorrisos da Tailândia… os que me encanta fotografar. Lado direito: a assistente do treinador do clube, visitante, TT FC PHICHIT do credo muçulmano, com o lenço de seda a cobrir-lhe a cabeça para a identificar como tal.
Pernas ao léu que caminham apressadas…Mudam-se os tempos e descobrem-se as pernas! O que é bonito é para se mostrar. Impensável na Tailândia verem-se, assim, pernas despedidas,nas jovens ou senhoras, mas saias até ao tornozelo há 30 anos. Na imagem da direito o jovem não segue embrulhado com a bandeira para se agazalhar do frio, as bandeiras seja o símbolo de nações ou de clubes também agazalham amor.
Uma nova amiga… Nada de confusões a senhora acompanha, como adepta, o Muang Thong para todos os lados do país. Vai para o campo, junta-se à claque, mais o seu marido/acompanhante (?). Decora-se com, finas joias. Mas se a minha amiga fosse assistir a um jogo do Porto e Benfica, aconselharia, a minha amiga, que deixasse as joias a bom recato não surgisse, por aí, um “apagão” no estádio…

As duas equipas entram em campo.

Chegou a hora de os autofalantes transmitirem a música do Hino do Rei. O silêncio é abismal no estádio. Todo o público em sentido e respeito por Sua Majestade e Henrique Calisto também. Uma cerimónia que se repete em todos os eventos públicos na Tailãndia.
Não resisto a não fazer umas fotos, em todos os jogos, às queridas raparigas do Muang Thong. Elas estão em todas os encontros de futebol. São bonitas e de olhar de meiguice… Quen seria quem não se prendesse de amor à primeira vista? Velhos e novos são: “pinga paixões”…

O “maduro” do jogo de camisola riscada. Dois putos a incitarem os jogadores do Muang Thong.

A minha amiga referida acima com o seu acompanhante. Uma simpatia de senhora
A disputa da bola no relvado e o painel luminoso que dita a vitória do clube treinado por Henrique Calisto
O excelente relvado do estádio do Muang Thong United
Depois dos jogos os atletas, treinador e dirigentes vão postar-se em frente da bancada dos adeptos do Muang Thong United que cantam o hino do clube. Calisto depois de os ouvir retira-se acompanhado de seus jogadores.
A minha nova amiga, fotógrafa, deixou-se fotografar pela minha Nikon…Terminou o encontro partiu para ver o bom trabalho.Minha amiga e (entenda-se) não paixão. O que diriam de mim (bem casado) apaixonar-se por uma jovem que poderia ser minha neta
Henrique Calisto ao fim dos jogos é invadido por jovens para lhe solicitarem um autógrafo. Por aqui se nota a popularidade que o treinador português está a disfrutar na Tailândia.

.

A conferência de imprensa de Calisto e o presidente Ronnarit. Lado direito o treinador do TTM FC Phichit o grande vencido.
José Martins – 7.04.
 
 
 

About AQUITAILÂNDIA

Vivo neste país há três décadas em prol da divulgação de duas nações amigas Portugal e a Tailândia
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s