HENRIQUE CALISTO, TREINADOR DE FUTEBOL PORTUGUÊS NA TAILÂNDIA, NO CAMINHO DO SUCESSO

 
Henrique Calisto, a treinar o clube de futebol Muangthong United, de Banguecoque, desde o princípio do mês Março, último, bi-campeão da 1ª Liga de Futebol da Tailândia, onde deparou certas anomalias na organização da secção de futebol e no balneário, viria a melhorar substancialmente a forma de jogo em campo e tudo lhe segue de vento favorável pelos resultados obtidos. Ontem, 23, teve lugar mais um encontro de futebol entre seu clube e o Sriracha Futebol Clube, da cidade portuária, com o mesmo nome,  a 120 quilómetros a Sul de Banguecoque. Resultado  não viria a satisfazer Calisto, dado que o seu adversário se encontra no fundo da classificação geral da Liga e de momento com modestos 4 pontos. O resultado do encontro terminou sem golos dos dois lados. Acontece que os  onze do clube adversário jogaram de forma de “tudo ou nada” no sentido de fazer golos e o sistema de jogo, imposto, pelo treinador português, foi deteriorado. O clube anfitrião, apoiado por uma forte claque a incitarem os seus atlelas de forma barulhenta onde não faltaram, pela primeira vez ouvidas, em grande escala e estilo ruidoso as populares vovuzelas. Temos acompanhado, praticamente, todos os jogos de futebol da equipa de Henrique Calisto e leigos nas regras do jogo como sempre o hajamos sido, vamos nos embrenhando neste desporto para o qual alheados há muitos anos. Ontem, na pista de atletismo, antes do encontro ter início em conversa com Henrique Calisto, digo-lhe: “hoje vai levar de Sriracha um óptimo resultado…!!!, à nossa pergunta respondeu: não espero por tal… os jogadores deste clube correm muito!”
E aconteceu isso, oa jogadores, corriam, lateralmente no relvado, diabólicamente e atabalhoadamente, sem técnica, em procura de fazer golos que viria a prejudicar o sistema de jogo dos atletas de Calisto. O empate, mesmo com vários golos perdidos pelo lado do  “Muangthong United” servir absolutamente para subir na tabela da classificação geral.
.
A equipa de futebol do Sriracha Futebol Clube antes do encontro
.
Os 11 atletas de Henrique Calisto, ontem (23) em Sriracha, com duas hospedeiras do Sriracha Futebol Clube segurando um painel e o símbolo do Muanghtong United
.
Sem legenda… aposta na fotografia
.
Temos simpatia pelas hospedeira que os clubes da 1ª Liga de Futebol da Tailândia apresentam… E está visto…Sem ponta de dúvida que as mulheres tailandesas são as mais simpática, neste mundo,  criadas por Deus. Na foto as hospedeiras do Sriracha Futebol Clube, que em nada ficam abaixo das queridas e populares hospedeiras do Muangthong United.
.
No jogo entre Muangthon e o Sriracha elegemos a cara desta “bonitona”, hospedeira do clube adversário dos 11 de Calisto. Não lhe perguntamos pelo nome… nem foi necessário a sua beleza nos basta para a fotografia. 
.
Um estádio de nome Suzuki, com pouco tempo de uso. Bem constituído e aconchegado. Talvez as bancadas sejam pequenas, no futuro, para albergar os simpatizantes do Sriracha Futebol Clube,,, Cada vez mais o futebol volta popular na Tailândia… Porém o estádio Suzuki tem terreno para mangas para acomodar 25 mil pessoas, ou mais, sentadas nas bancadas. As laterais, parte delas, são provisórias.
.
Uma fase do jogo com a forte claque do Muangthong, vinda de Banguecoque para apoiar o seu clube
.
O estilo característico do treinados, Henrique Calisto que junto ao relvado não perde de vista os seus atletas.
E é isto a claque do Muangthong United, uns milhares deslocam-se a todos os pontos da Tailândia onde seu clube se desloca para o apoiar. Gente simpática, acolhedora e nós… porque não? Já vaidosos de sermos “farangue” (estrangeiro na Tailândia) a tirar fotografias junto ao relvado.
.
Uma parte do sector onde se senta a claque do Muangthong United vinda de Banguecoque para apoiar os seus 11 magníficos. Como em outros países, a Tailândia não é excepção, as claques, dos dois clubes, sentam-se em sitíos opostos. Embora ainda não tenhamos encontrado confrontos corporais nos jogos, antes assistido, mas mais vale prevenir que remediar e não vá o diabo tecê-las, durante o calor do entusiasmo dos 90 minutos da disputa no relvado. No entanto nunca ouvimos, nomes feios dirigidos aos atltetas em campo ou forte seguração pela polícia aos três juizes ou aos jogadores, depois do regressarem aos balneários.
.
O jogo terminou. Resultado zero a zero e de pano de fundo, a montanha, a claque do Muangthong que se deslocou a Sriracha para apoiar o seu clube. O painel “Ultra Muangthong” em parte que se desloque a claque este e bandeiras nunca faltam… e haja vitória, haja derrota a claque canta o hino do Maungthong
.
Ao fim do jogo, o director-geral Ronnarit do Muangthong dá conta do resultado do jogo. Para quem nãos abemos, mas advinhamos para amigos. 
.
Ao fim do jogo, atletas adversários do clube de Henrique Calisto, vêem cumprimentá-lo. Uma forma simpática que nos agradou…

.
Tabela da classificação-geral da 1ª Liga de Futebol da Tailândia. A equipa de Calisto situa-se em 4º lugar. Mas ainda há muito encontro a disputar e a expectativa do tri-campeão.
José Martins
Em Sriracha 23 de Abril de 2011
 
Posted by Jose Gomes Martins at 8:35 PM

About AQUITAILÂNDIA

Vivo neste país há três décadas em prol da divulgação de duas nações amigas Portugal e a Tailândia
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s